A participação social nas discussões e planejamento de ações que visem a melhoria da qualidade de vida foi apontada como ponto prioritário na escuta realizada hoje (30) com o setor de direitos humanos. As reuniões temáticas, que vêm sendo promovidas pela Agência Metropolitana da Baixada Santista (Agem) em conjunto com a Setec Internacional, visam fazer um diagnóstico regional para a elaboração do Plano Regional de Mobilidade Sustentável e Logística da Baixada Santista (PRMSL-BS).

O processo participativo da construção do PRMSL-BS inclui, além das escutas, a realização de oficinas e a organização de um fórum metropolitano e audiências públicas para um amplo diagnóstico sobre as questões mais sensíveis ligadas à mobilidade regional.

O PRMSL-BS definirá as ações que promovam a integração metropolitana e impulsionem a mobilidade urbana sustentável nas nove cidades da Baixada Santista. A Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) é a responsável pelo projeto e a execução está a cargo da empresa Setec Internacional. A Agência Metropolitana da Baixada (Agem) tem a responsabilidade da gestão, do acompanhamento e do direcionamento dos trabalhos juntamente com a Câmara Temática de Mobilidade e Logística.

Direitos humanos na mobilidade regional é tema de reunião setorial