Em reunião no Palácio dos Bandeirantes, técnicos de TI discutem política de segurança da informação

       0

Política de Segurança da Informação adotada pelo governo do Estado foi apresentada à Câmara Temática do Condesb.

Reunião aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado, dia 9. (Fotos: Assessoria de Imprensa/Agem)

Estabelecer os princípios e diretrizes estratégicas de um modelo de Gestão da Segurança da Informação, por meio da implantação de controles para uso seguro, ético e legal das informações e dos recursos tecnológicos. Estes são alguns dos princípios da Política de Segurança da Informação (PSI) adotada pelos órgãos e empresas ligadas ao governo do Estado e que foi apresentada aos técnicos das prefeituras da Baixada Santista e da Agência Metropolitana (Agem) que integram a Câmara Temática de Tecnologia da Informação e Comunicação (CTTIC) do Conselho de Desenvolvimento da região (Condesb). O encontro aconteceu dia 9 de novembro, durante visita técnica ao Laboratório de Inovação (iGovLab), no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Entre os temas debatidos, estão os “os cinco atributos fundamentais da segurança da informação”: autenticidade, confidencialidade, disponibilidade, integridade e legalidade. “Esses princípios abrangem questões fundamentais para quem atua, seja como técnico ou operador de um sistema. Por exemplo: é necessário garantir que a informação processada seja procedente, fidedigna e protegida contra manipulações e alterações indevidas. Além disso, que todas as informações sejam criadas, normatizadas e gerenciadas de acordo a legislação em vigor”, afirma Márcio Aurélio Quedinho, diretor de Tecnologia da Agem e coordenador da CTTIC.

Os integrantes da Câmara Temática receberam cópia da minuta da PSI, que pode servir de modelo para a adoção de medidas semelhantes na esfera da administração municipal. Márcio Quedinho ressalta, ainda, que a PSI não considera apenas questões tecnológicas, mas aspectos que envolvem, por exemplo, os recursos humanos, o ambiente de trabalho e o espaço físico (proteção das instalações), além da hierarquização e tratamento da informação,entre outros itens.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Artigos relacionados

Secretária-adjunta estadual da Cultura defende estímulo à economia criativa

Como transformar talento, produções artísticas e culturais em uma cadeia criativa que gere emprego, riqueza, inclusão social e sustentabilidade? Essa foi a principal questão proposta pela secretária-adjunta estadual da Cultura, Patrícia Penna, durante reunião da Câmara Temática de Cultura do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb), nesta terça-feira, 19 de junho. Diante de secretários […]

LEIA MAIS →

CT de Tecnologia faz balanço do 5° Workshop e anuncia GovJam em Praia Grande, em junho

A Câmara Temática de Tecnologia e Informação (CTTIC) do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) se reuniu quarta-feira, dia 23 de maio, para fazer um balanço do 5° Workshop de Geoprocessamento, que aconteceu em São Vicente, no final de abril. O evento é direcionado a gestores e técnicos municipais que apresentaram ferramentas utilizadas no […]

LEIA MAIS →

CT de Segurança debate integração de informações e conhece sistema de Praia Grande

Integrantes da Câmara Temática de Segurança do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) conheceram, ontem, 16 de maio, o Parque Tecnológico de Praia Grande, onde está instalado o centro de controle municipal. Do local, são operadas as mais de 2 mil câmeras instaladas em pontos estratégicos, 78 do tipo OCR (reconhecimento ótico de caracteres), e […]

LEIA MAIS →

Mapeamento vai traçar perfil cultural, ambiental e de turismo social da região

O Sesc-Santos está preparando o Mapeamento Cultural, Artístico, Ambiental e Turístico social da região. A proposta é um projeto participativo, que envolva sociedade civil e gestores públicos dos nove municípios da Região Metropolitana. A Agência Metropolitana (Agem) e as Câmaras Temáticas (CTs) do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) vão contribuir para que este […]

LEIA MAIS →

Workshop regional de geoprocessamento reúne mais de 100 gestores municipais

A Câmara Temática de Tecnologia e Informação e Comunicação (CTTIC) do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb) realizou dia 25, o 5ª Workshop de Geoprocessamento. Direcionado a gestores e técnicos dos noves municípios da Região Metropolitana que trabalham com o processamento de informações utilizadas por várias áreas (planejamento, saúde, infraestrutura, meio ambiente, habitação, entre […]

LEIA MAIS →
Voltar para o topo